Planejamento Estratégico

Gestão e Planejamento Estratégico

O planejamento estratégico é um instrumento de gestão empresarial que visa preparar a instituição, com antecedência, para as mudanças no seu  ambiente, considerando as variáveis tecnológicas, macroeconômicas, políticas e sociais do País e, especificamente para a ADASA, no contexto do Distrito Federal.

A prospecção de cenários para horizontes superior a 5 (cinco) anos permite antever desafios, obstáculos e oportunidades que, analisados, possibilitam estabelecer estratégias de gestão orientadas para o longo prazo, alinhados de forma coerente com os planos de ações para atender as demandas de médio e curto prazos. Em síntese, é transformar a visão do futuro em realidade no momento presente. Como dito, “o planejamento de longo prazo não lida com decisões futuras, mas com o futuro de decisões presentes”.

O desenvolvimento de um plano estratégico nada mais é do que uma prospecção e consolidação de ideias, que por si só não produzem resultado imediato. Ao contrário, é na implementação dessas ideias que a organização vai se orientar e conceber a melhor forma de conduzir a estratégia, ou seja, a gestão estratégica orienta o planejamento estratégico.

É necessário observar, também, que a estratégia precisa ser constantemente reavaliada e reformulada, pois o processo todo – formulação e implementação – não é construído apenas apoiado em questões concretas, mas é produto de mecanismos altamente complexos, sem falar nas mudanças bruscas nos contextos dentro e fora da organização, imprevisíveis, muitas vezes.

Dessa forma, o maior desafio da gestão estratégica está relacionado à sua efetividade prática no alcance dos objetivos organizacionais, isto é, na sua capacidade de movimentar a organização e alinhá-la no sentido da prescrição proposta pelo plano estratégico, com a adaptabilidade que esse processo exige. Como toda função de gestão, isso pressupõe uma dinâmica permanente do ciclo do pensamento estratégico envolvendo o planejamento, execução, monitoramento, avaliação, ajustes e reajustes. Todo esse fundamento está direcionado para a Missão e Visão da ADASA.

Neste planejamento estratégico a missão da ADASA é o sustentáculo dos processos de mudança, reforçados pela visão da Diretoria em “transformar a Agência numa instituição de referência e de excelência no Distrito Federal”.

A lei de criação da Adasa (lei 3.365/04) e a de ampliação de suas competências (lei 4.285/08) consideram a função planejamento como essencial para nortear as suas ações e decisões de curto, médio e longo prazo.

 

Antecedentes

O planejamento da Adasa iniciou-se em 2005, logo após a sua criação em junho de 2004. Nesse início os estudos basearam-se nas responsabilidades da Agência estabelecidas na Lei n° 3.365/04. Entretanto, a cada ano os estudos foram se aprimorando e realizados sob a ótica de ações prioritárias para atender o tripé da função de uma agência reguladora, ou seja, manter o equilíbrio entre os interesses do governo, agentes e concessionários e da sociedade.

A partir de 2008 até 2012 os estudos de planejamento passaram a contemplar horizontes cada vez maiores, sendo naturalmente alinhados ao Plano Plurianual – PPA e operacionalizados pelas Leis Orçamentárias Anuais – LOA’s. Os planos de ações e projetos foram estruturados de forma a atender as competências básicas da Agência nas necessidades da regulação dos recursos hídricos, qualidade dos serviços públicos prestados, fortalecimento institucional e o desenvolvimento do seu capital humano.

 

Momento Atual

O planejamento estratégico da Agência, a partir de 2012, passou a incorporar a ferramenta denominada BSC – Balanced Scorecard - com o desenvolvimento do Mapa Estratégico, organizado nas perspectivas de aprendizagem e conhecimento; tecnologia e informação; financeiro; processos internos; negócios; compromisso com a sociedade.

Nesse novo enfoque foi possível rever a missão da Agência e a visão da alta administração, sendo estabelecidos 16 objetivos estratégicos de acordo com as competências de cada unidade administrativa, considerando as dimensões: pessoas, cultura e tecnologia na perspectiva de aprendizagem e conhecimento; a eficiência operacional e relacionamento com a sociedade na perspectiva de processos internos; a regulação de serviços e gestão sustentável dos recursos hídricos na perspectiva de negócios.

Na Missão, o compromisso de regular e promover a gestão sustentável dos recursos hídricos e a qualidade e universalização dos serviços públicos regulados no Distrito Federal para o benefício da sociedade; na Visão a proposta de reconhecimento da Agência como referência nacional nas suas competências.

A proposta de valor para a prestação de seus serviços a serem entregues à sociedade contempla: a qualidade e universalização dos serviços prestados; autonomia e transparência das ações regulatórias; a promoção de informações e conhecimentos; a manutenção do mercado estável, seguro e equilibrado; o direito de uso assegurado; o pronto atendimento às demandas dos atores envolvidos; a implementação das políticas públicas.

Para sustentar e apoiar todos esses mecanismos de gerenciamento do planejamento e do processo decisório da ADASA foi estruturada e implantada a Gestão Estratégica por Resultados – GEOR, facilitando a condução do Planejamento Gerencial Interno – PGI das unidades administrativas, cujas ações e projetos são integradas em um planejamento de horizonte de 20 anos.

O processo de avaliação é sistematizado por meio de reuniões periódicas da Diretoria com os gerentes facilitando a revisão de metas e inclusão de novos projetos em função de demandas não previstas.

Mapa Estratégico

Planejamento Estratégico 2005 - 2012