Plano de Recursos Hídricos - Atualizado em Março/2019

   

Plano de Gerenciamento Integrado dos Recursos Hídricos – PGIRH

pgirh

O PGIRH é um Instrumento de planejamento distrital, pactuado entre o Poder Público, os usuários e a sociedade civil, onde se define como conservar, recuperar e utilizar os recursos hídricos das bacias hidrográficas. Seu objetivo é subsidiar as ações do Conselho de Recursos Hídricos e da entidade gestora, a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (ADASA), a partir da definição de orientações técnicas, estratégicas e de cunho institucional necessárias para a gestão integrada dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos, em seus aspectos quantitativos e qualitativos.

Para elaboração do plano foram desenvolvidos estudos na Área do DF e Entorno Imediato abrangendo 8.763 km², na escala 1:50.000, e em áreas mais abrangentes, 67.280 km², na escala 1:100.000, incluindo os estudos de Diagnóstico das Disponibilidades Hídricas, Uso do Solo e Cobertura Vegetal, Diagnóstico e Prognóstico das Demandas Hídricas, Alternativas de Compatibilização das Disponibilidades e Demandas Hídricas, Articulações para a Gestão, Sistema de Informações e Socioeconômica.

Inicialmente, o plano foi elaborado por iniciativa do Governo do Distrito Federal, em uma parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Consórcio das empresas Golder Associates Brasil e Fahma Planejamento e Engenharia Agrícola Ltda., iniciou os trabalhos da elaboração do Plano de Gerenciamento Integrado dos Recursos Hídricos do Distrito Federal (PGIRH), em dezembro de 2003 e concluiu em dezembro de 2006.

Em 2010 iniciou o processo para contratação de empresa para elaborar a revisão e atualização do PGIRH. A empresa vencedora do certame, a ECOPLAN Engenharia Ltda, iniciou os trabalhos em abril de 2011. A área de estudo do trabalho de atualização do PGIRH ficou limitada a extensão do Distrito Federal e parte das áreas do entorno imediato, excluindo-se do escopo do trabalho as bacias dos rios Paranã, Urucuia e ribeirão Entre Ribeiros. A nova área de estudo totaliza 8.760,9 km², sendo aproximadamente 5.800 km² no DF.

Em junho de 2012, durante a Segunda Reunião Ordinária do Conselho de Recursos Hídricos do DF, a revisão do PGIRH foi aprovada por unanimidade.

Para saber mais sobre o PGIRH acesse os link abaixo:

link pgirh 

Volume 1 - Diagnóstico

link pgirh1

Volume 2 - Prognóstico

link pgirh2

Relatório Síntese

 

Plano de Recursos Hídricos do Comitê de Bacia Hidrográfica dos Afluentes do Rio Paranaíba no Distrito Federal (CBH Paranaíba-DF)

paranoapgirh

Os planos de recursos hídricos são instrumentos de planejamento que servem para orientar a sociedade e os tomadores de decisão para a recuperação, proteção e conservação dos recursos hídricos das bacias ou regiões hidrográficas correspondentes. Em 2018 foi finalizado o processo de contratação de empresa para elaborar o Plano de Recursos Hídricos do Comitê de Bacia Hidrográfica dos Afluentes do Rio Paranaíba no Distrito Federal. A empresa vencedora do certame foi a Engeplus Engenharia e Consultoria Ltda. 

Para mais informações acesse os links:

https://www.cbhparanaibadf.org/

https://www.facebook.com/paranaiba.df/?eid=ARAuhcb8xTIC8DGq9Pye0EBHy7XS2fwm05aa2ITFWhevXz4AkZFuV60uPpMdAQ6OaS2jN0-rt2b5cCrG&pageid=256639367814584&ftentidentifier=1517774981701010&padding=0

 

Produtos entregues:

Produto 1 - Plano de Trabalho https://drive.google.com/file/d/1sQzw1cla-qfZACYeX9FRniyiDlqMsP5Q/view?usp=sharing

 

 

Plano Nacional de Recursos Hídricos

O Plano Nacional de Recursos Hídricos (PNRH), estabelecido pela Lei nº 9.433/97, é um dos instrumentos que orienta a gestão das águas no Brasil. O conjunto de diretrizes, metas e programas que constituem o PNRH foi construído em amplo processo de mobilização e participação social. O documento final foi aprovado pelo Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH) em 30 de janeiro de 2006.

Para saber mais acesse:


http://www.mma.gov.br/agua/recursos-hidricos/plano-nacional-de-recursos-hidricos

 

Plano de Recursos Hídricos do São Francisco

O Plano Decenal de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do rio São Francisco tem por objetivo traçar as diretrizes de aproveitamento integrado da água na bacia, no horizonte de dez anos (Art. 7º, inciso V da lei nº 9.433, de 08 de janeiro de 1997 ); sendo portanto, o instrumento técnico e político da bacia, após aprovado pelo comitê.

A versão preliminar do Plano foi elaborada pelo Grupo Técnico de Trabalho - GTT, instituído pelo Comitê através da Deliberação nº 3 em 3/10/2003, com acompanhamento das Câmaras Técnicas de Planos, Outorgas e Câmaras Consultivas Regionais.

Para saber mais acesse:

http://www.ana.gov.br/prhbsf/index.htm

 

Plano de Recursos Hídricos Tocantins – Araguaia

A Região Hidrográfica do Tocantins-Araguaia é a mais extensa em área de drenagem totalmente contida em território brasileiro. Com área de 918.822 km² (11% do país), abrange os estados do Pará, Tocantins, Goiás, Mato Grosso e Maranhão e o Distrito Federal, totalizando 409 municípios. Apresenta população de 7,2 milhões de habitantes, que deverá atingir, no ano de 2025, 10,5 milhões de habitantes.

Em termos econômicos, a região se destaca pela agropecuária e mineração. A agricultura de sequeiro ocupa 4,2 milhões de hectares e a irrigação corresponde a 124 mil hectares, sendo que o potencial de solos aptos é de 5,3 milhões de hectares. A pecuária apresenta rebanho de 27,5 milhões de cabeças e, na mineração, ocorrem importantes províncias minerais como Carajás (PA), que detém os maiores depósitos de ferro do mundo.

A Região Hidrográfica é ainda a segunda maior do país em potencial hidroenergético instalado com 11.563 MW (16% do país) e tem importantes rios navegáveis com destaque para o rio Tocantins. A presença, abundância e utilização dos recursos naturais conferem à região um relevante papel no desenvolvimento do país.

A região já é palco de um dinâmico processo de desenvolvimento socioeconômico, que deverá se intensificar nas próximas décadas e que tem nos recursos hídricos um dos seus eixos.

Para saber mais acesse:

http://www2.ana.gov.br/Paginas/servicos/planejamento/planoderecursos/Tocantins-Araguaia.aspx

 

Plano de Recursos Hídricos do Paranaíba

O plano de recursos hídricos constitui em um roteiro para alcançar a visão de futuro estabelecida pelos seus atores. É nesta perspectiva que deve ser entendida a elaboração do planejamento para a bacia do rio Paranaíba.

O rio Paranaíba, um dos formadores do importante rio Paraná, apresenta extensão de 1.008 km até sua foz, recebendo, em seu percurso, águas de quatro unidades da federação: Minas Gerais, onde estão suas nascentes, Distrito Federal, Goiás e Mato Grosso do Sul. A sua bacia de contribuição apresenta posição estratégica no contexto nacional, situando-se entre o Triângulo Mineiro, polarizado pela cidade de Uberlândia, e as grandes capitais Goiânia e Brasília.

Acesse o PRH Paranaíba por meio do link: 

http://www.cbhparanaiba.org.br/prh-paranaiba/plano