Crianças e adolescentes de escolas do DF plantam 1,5 mil mudas na Bacia do Pipiripau

 

Estudantes que participam do projeto Produtor de Água Mirim plantarão nesta quinta-feira (21/11), no Núcleo Rural Santos Dumont - Sede QUI - Colégio Santos Dumont, as 100 últimas mudas de espécies nativas do Cerrado das 1,5 mil propostas pela ação. Entre outubro e novembro, 370 crianças e adolescentes de 15 escolas públicas e privadas do Distrito Federal participaram do mutirão em 15 propriedades às margens da Bacia do Ribeirão Pipiripau.

A ideia do projeto é conscientizar e orientar os alunos sobre a importância do reflorestamento de árvores nativas do Centro-Oeste na preservação dos mananciais e conservação do solo. A iniciativa é desenvolvida sempre no início do período chuvoso, favorável à plantação de mudas.

Além da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa), participam dessa ação a Agência Nacional de Águas (ANA); as secretarias de Agricultura e do Meio Ambiente do DF, a Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb); o Departamento de Estradas de Rodagem (DER); a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater); o Brasília Ambiental (Ibram); a Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco); o Banco do Brasil; a Fundação Banco do Brasil, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Universidade de Brasília  e as instituições Rede de Sementes do Cerrado; TNC; WWF; e Pede Planta.

Assessoria de Comunicação e Imprensa (ACI)
61 3966-7514 / 7507 ou 3961-4972 / 4909 / 5084
aci@adasa.df.gov.br