Estudos Técnicos - Atualizado em Janeiro/2019

   

Estudos Técnicos contratados para subsidiar a regulação dos usos de recursos hídricos:

Avaliação de aquíferos favoráveis para complementação do abastecimento de água no Distrito Federal e locação de poços tubulares profundos: regiões atendidas e não atendidas pelo sistema integrado Descoberto – Santa Maria/Torto

Este estudo teve como objetivo avaliar as áreas em que é viável o uso de águas subterrâneas para complementar o abastecimento público no Distrito Federal, tendo em vista os riscos de escassez, em áreas abastecidas pelo sistema integrado de abastecimento (sistema Descoberto / Santa Maria – Torto /Sobradinho Taguatinga) e em áreas situadas fora do alcance do sistema integrado.

A ideia central foi aplicar as práticas de gestão integrada dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos para ampliar a segurança do abastecimento público de água, principalmente em períodos de seca prolongada ou em momentos que antecedem a implantação de novos sistemas de complementação de abastecimento de águas. O uso dos mananciais superficial e subterrâneo deve ser pensado de forma complementar sendo que os aquíferos devem ser tratados como um reservatório estratégico.

Estudo Técnico

Gestão de Recursos Hídricos Superficiais e Subterrâneos

Relatório técnico relativo a três contratos de consultoria firmados com o Banco Mundial no âmbito dos Termos de Referência intitulados “Sistemas de Direitos da Água para o Gerenciamento dos Recursos Hídricos Subterrâneos no Distrito Federal, Brasil” (Water Rights Systems for groundwater management in the Federal District, Brazil).

O estudo será apresentado em três partes independentes e complementares que incluirão:

Parte I - aspectos legais sobre a gestão de recursos hídricos subterrâneos;

Parte II - aspectos técnicos e operacionais para a outorga de recursos hídricos subterrâneos; e

Parte III - sistema de informação geográfica aplicado à outorga de direito de uso de águas subterrâneas.

Os principais objetivos são: definir as diretrizes que devem ser aplicadas para a gestão da exploração das águas subterrâneas no quadrilátero do Distrito Federal, bem como avaliar a legislação pertinente e apresentação de um sistema de informação geográfica aplicado à gestão dos recursos hídricos subterrâneos.

Os estudos pretendem também dar um destaque para as questões relativas aos critérios de outorga dos recursos hídricos subterrâneos. É importante salientar que os critérios listados e discutidos serão baseados nos aquíferos e, portanto, terão como eixo os parâmetros legais e técnicos que devem ser a os argumentos primários para se definir a sistemática de gestão dos recursos hídricos subterrâneos, em especial para a explotação das águas subterrâneas.

Gestão de Recursos Hídricos Subterrâneos no Distrito Federal: Diretrizes, Legislação, Critérios Técnicos, Sistema de Informação Geográfica e Operacionalização

Proposta de Gestão das Reservas e Disponibilidades das Águas Subterrâneas no Distrito Federal

O conteúdo refere-se à elaboração de estudos em regulamentação. Trata-se do relatório contendo o “Diagnóstico e proposta de gestão das reservas e disponibilidades das águas subterrâneas no Distrito Federal, considerando as diferentes regiões administrativas e a situação atual de uso e ocupação do solo”, de acordo com o Termo de Referência (TR) e sob supervisão e orientação da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (ADASA).

Este contempla o mapeamento e delimitação dos aquíferos por meio de georreferenciamento, tomando como base estudos e normas já existentes; Interpolação dos dados de reserva e disponibilidade dos estudos existentes, bem como atualizações desses estudos que sejam disponibilizadas, para as subdivisões a serem elaboradas para cada região administrativa e para os diferentes usos e ocupações do solo (áreas urbanas/impermeabilizadas e áreas rurais/permeáveis); Proposta de gestão dos recursos hídricos subterrâneos, considerando o uso e ocupação do solo para cada região administrativa do Distrito Federal.

Diagnóstico e Proposta de Gestão das Reservas e Disponibilidades das Águas Subterrâneas no Distrito Federal

 

Ensaios de Infiltração e Testes de Bombeamento

O estudo refere-se ao ensaio de infiltração que tem a finalidade de testes para ensaio de zona não saturada que utilizam alguns métodos como: A Lei de Darcy e a Condutividade Hidráulica que visa calcular a magnitude da vazão de escoamento (volume por unidade de tempo); Método dos Anéis Concêntricos é utilizado para a determinação da condutividade hidráulica na superfície; Método “Open end hole” utilizado na determinação da condutividade hidráulica vertical em diferentes profundidades. Na execução deste método, são utilizados quatro (4) tubos de PVC de 50mm de diâmetro e 50, 100, 150 e 200 centímetros de comprimento. Os testes de bombeamento permitem avaliar os parâmetros hidrodinâmicos dos sistemas aquíferos, além de promoverem uma circulação das águas e, consequentemente uma limpeza dos poços de monitoramento. A interpretação dos resultados dos testes de bombeamento permite a determinação da vazão, transmissividade, condutividade hidráulica e do coeficiente de armazenamento dos aquíferos.

Ensaios de infiltração e testes de bombeamento

Recarga Artificial de Aquíferos no Distrito Federal

Esse estudo tem como objetivo apresentar as diretrizes para a implantação ordenada, efetiva e numericamente significativa de sistemas de recarga artificial no território do Distrito Federal. Em função das características climáticas (forte sazonalidade), geológicas (natureza das rochas), geomorfológicas (padrão de relevo) e pedológicas (tipos de solos) no Distrito Federal são considerados três modelos distintos de indução da infiltração das águas de chuva: caixas de recarga, trincheiras de recarga e calhas de recarga. Nos três casos a água da chuva captada sobre edificações com auxílio de calhas e tubulações deverá ser direcionada para os sistemas preenchidos por cascalho de alta permeabilidade que tem a função de induzir a infiltração da água no solo.

Recarga Artificial de Aquíferos no Distrito Federal

Estudo Técnico Sobre a Cobrança Pelo Uso dos Recursos Hídricos

Estudo que apresenta critérios e condições para o debate acerca da implementação da Cobrança pelo Uso dos Recursos Hídricos no Distrito Federal, por meio do levantamento de modelos adotados no Brasil e seus respectivos impactos na adoção deste instrumento na modernização da gestão da água no Distrito Federal.

Estudo técnico sobre a cobrança pelo uso dos Recursos Hídricos

Estudo técnico sobre as disponibilidade do recurso hídrico na bacia do Alto Descoberto
 
O presente trabalho tem como objetivo apresentar uma avaliação sobre a disponibilidade de recursos hídricos superficiais referentes a bacia hidrográfica do Alto Descoberto. São apresentados ainda levantamentos referentes ao uso e ocupação do solo e tipo de solo na bacia, além de uma caracterização geral da bacia hidrográfica de estudo.