Programa Adasa na Escola prepara novas ações para 2020

 

Foto interna

O Adasa na Escola trará novidades no próximo ano letivo. O programa de educação ambiental da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) contará com um teatro de fantoches. Os bonecos fabricados de material reciclado, levarão às escolas públicas e privadas do DF histórias que abordam de maneira lúdica e divertida o uso consciente dos recursos hídricos e o descarte correto de resíduos.

Os personagens Ray, Tobias, Veve, Hidro e Aqua são frutos da parceria didático-pedagógica entre a Adasa e o curso de Saúde Coletiva da Universidade de Brasília (UnB). A cooperação ocorre há quatro anos no âmbito do Projeto Agente Ambiental Mirim, disciplina do curso de extensão da área da Saúde da UnB.

A iniciativa se somará a outras dinâmicas ecopedagógicas realizadas pela equipe do programa, como o escovódromo, que simula a escovação dos dentes e mostra a quantidade de água desperdiçada durante a ação; o jogo de tabuleiro, com perguntas e respostas sobre uso racional da água, e a coleta seletiva com brincadeiras como a amarelinha educativa, pescaria ecológica e dominó, que ensinam a forma adequada de separar os resíduos sólidos.

Este ano, vinte e cinco mil estudantes do Ensino Infantil e Fundamental receberam a visita do Adasa na Escola, que percorreu 70 escolas públicas e particulares do DF e esteve presente em creches públicas, eventos e no Hospital Materno Infantil (HMIB). Além de promover o estímulo a práticas sustentáveis entre as crianças, o programa também capacitou 1.182 professores.

Em 2020, em parceria com a Secretaria de Educação do DF (SEEDF), o programa pretende alcançar um número ainda maior de professores. De março a julho, os órgãos promoverão o curso Guia Trilhas e Caminhos para a Sustentabilidade Ambiental nas Escolas do DF. O objetivo do curso, que ocorrerá no Centro de Aperfeiçoamento de Profissionais da Educação (EAPE-DF), é aprofundar conceitos e práticas propostas no guia elaborado pelos dois órgãos. “O objetivo é promover a implementação de ações de sustentabilidade nas escolas por intermédio do professor, explicou Miguel Sartori, coordenador de programas especiais da Agência.    

As inscrições para o curso do Guia Trilhas e Caminhos serão abertas no próximo ano no site da EAPE. Os colégios que desejam receber a visita do Adasa na Escola devem se cadastrar por e-mail ou por telefone disponíveis no site www.adasa.df.gov.br.

Adasa na Escola 

O Programa Adasa na Escola foi criado em 2010, em comemoração ao Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março.  A ideia inicial de Diógenes Mortari, ex-diretor da Agência, era aproveitar o ano da Copa do Mundo, que foi realizada na África do Sul, e promover uma disputa de futebol entre 60 escolas do DF, simbolizando cada país participante do evento esportivo.

Além da disputa, optou-se pela apresentação de palestras sobre o uso racional da água, para marcar a comemoração da data. A iniciativa chamou a atenção de outras escolas e no ano seguinte a educação ambiental passou a integrar o planejamento estratégico da Adasa, para a formação de agentes multiplicadores de práticas sustentáveis. Em nove anos, foram visitadas 537 escolas, e orientados mais de 265 mil alunos. Hoje, o programa é reconhecido internacionalmente, depois de apresentado no 8º Fórum Mundial da Água, realizado em Brasília, em março de 2018.

O Programa Adasa na Escola é dirigido a alunos da educação infantil e ensino fundamental, em escolas da rede pública e particular do DF. Também atua na formação de professores, por meio de cursos de capacitação.

Assessoria de Comunicação e Imprensa (ACI)
61 3966-7514 / 7507 ou 3961-4972 / 4909 / 5084
aci@adasa.df.gov.br