UGP Descoberto traça diretrizes para lançamento em março de 2020

A terceira reunião ordinária da Unidade Gestora do Programa (UGP) Descoberto, grupo que está fazendo o planejamento e fará a implantação e acompanhamento do Programa Produtor de Água no Descoberto, ocorreu na terça-feira (10/12), no Haras Vale Feliz, em Brazlândia, e contou com a participação dos parceiros do programa. Na ocasião, foram definidos a visão, a missão, os objetivos e os valores do Programa.

Referência na produção sustentável de água e alimento

Ser referência, essa é a visão escolhida para o Programa na Bacia do Alto Descoberto. A localidade é uma das mais de oitenta para as quais têm sido realizadas ações para incentivar o produtor rural a investir em ações que ajudem a preservar a água. O grupo pretende alcançar esse cenário futuro, gerando impacto positivo em grande escala para garantir a preservação e conservação da bacia e a segurança hídrica, mantendo a vocação rural da região.

O Programa possui ainda como valores o respeito ao meio ambiente, o engajamento dos produtores rurais, a integração dos atores, a conduta ética e transparente e a participação social. Na reunião a UGP definiu os objetivos a serem alcançados, como unir esforços para assegurar a adequação ambiental das propriedades rurais, o aumento da disponibilidade hídrica, o uso racional da água e do solo, o desenvolvimento rural sustentável, a proteção e restauração da vegetação nativa, o uso e ocupação regular do solo, os pagamentos por serviços ambientais na bacia do Alto Descoberto, os processos produtivos locais sustentáveis e o incentivo e fomento das práticas de produção agroecológica.

A reunião apresentou os trabalhos do GT de Comunicação da UGP, que produziu duas peças de divulgação, uma camiseta e um boné e está finalizando a produção do folder que na próxima semana deve ser encaminhado à gráfica. Também foi elaborado o calendário de reuniões para 2020.

Por que precisamos de um programa Produtor de Água em nossa região?

É por meio desse Programa que se estimula o uso racional da água na bacia, incentiva-se a atividade rural sustentável na região e consegue-se combater efetivamente a erosão, a sedimentação do solo, bem como aumentar a infiltração de água.

O Programa Produtor de Água no Descoberto tem como objetivo, por meio de práticas sustentáveis, impactar direta e indiretamente na disponibilidade de água na bacia. Para tanto, a UGP está construindo um plano estratégico que indicará investimentos em infraestrutura verde capazes de melhorar a qualidade ambiental e a produtividade agrícola na região, integrando a União, o Distrito Federal e o estado de Goiás em uma gestão compartilhada.

Além da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa), são parceiros do Programa: Nacionais, a Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), a Agência Nacional de Águas (Ana), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA). Distritais, as secretarias de Estado, da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e do Meio Ambiente, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e o Instituto Brasília Ambiental, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). Estaduais, a Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) e a secretaria estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás (Semad). Municipais, a prefeitura e a secretaria municipal de Meio Ambiente de Águas Lindas de Goiás. As Associação Pró-Descoberto (dos Produtores e Protetores da Bacia do Descoberto) e a de Agricultura Ecológica. Internacionais, o Centro Internacional de Água e Transdisplinaridade (Cirat), a The Nature Conservancy (TNC), a Word Wild Fund for Nature (WWF), a Aliança de Fundos de Água da América Latina, e a Coalização Cidades pela Água.

Fonte: Sudeco

Assessoria de Comunicação e Imprensa (ACI)
61 3966-7514 / 7507 ou 3961-4972 / 4909 / 5084
aci@adasa.df.gov.br